Lula preso. Passou um filme na cabeça



Um dos meus delírios de juventude foi a filiação ao partido dos trabalhadores. Foi em 1990. Mil novecentos e noventa. Muitos dos meus leitores talvez ainda não estivessem neste mundo em 1990. Pois bem. Foi neste ano que decidi assinar minha ficha no PT. No diretório municipal de Santo Antônio da Patrulha. No ano anterior, o histórico 1989, eu havia me engajado na campanha de Luiz Inácio Lula da Silva para presidente. Em Santo Antônio da Patrulha, cidade dividida entre simpatizantes de Leonel Brizola, Paulo Maluf e Aureliano Chaves. Lula tinha pouquíssimos simpatizantes. Eu e mais alguns gatos pingados.
Neste ano de 1989 eu e alguns amigos militantes do PT colávamos cartazes em preto e branco do Lula. Comprávamos camisetas brancas para mandar serigrafar "Lula Lá". Fora os broches, pins, decalques e outras bobaginhas baratas. Sério. Acreditávamos que estávamos "ajudando" o PT. Comprávamos coisas da Cooptei.
Em 1989, Lula foi para o segundo turno. Perdeu para o Collor de Mello.
Continuei petista. Perdi uns três ou quatro empregos em Santo Antônio da Patrulha e era tachado de comunista. Muito chata a situação em 1989, em Santo Antônio da Patrulha.
Veio 1990. A única experiência do PT que podíamos dizer que era um grande modelo de governo era a prefeitura de Porto Alegre. Era estranho defender a prefeitura petista. Mas, ninguém entendia nada direito. Em 1990 fiz campanha para o Tarso Genro. Ele ficou em quarto.
Em 1994, fui trabalhar em um jornal diário, o NH, de Novo Hamburgo. Quatro anos após minha filiação, decidi por sair do partido.
A partir de 1995, fui cada vez mais me decepcionando com o partido. Com sua institucionalização, com sua sanha de poder, com sua sede de dinheiro, com a glamurização de sua elite dirigente.
Pulo para 2018.
Lula condenado por ser corrupto e lavador de dinheiro.
Lula condenado por corrupção.
Nenhuma chance de ser comparado a qualquer mártir por aí a fora.
Lula é ladrão. Passará à história como um líder popular que roubou dinheiro público para enriquecer o pessoal de seu grupo.


Comentários

  1. Quem te viu, quem te vê, Lula... Não lembro se era vivo nessa época distante que narras, mas ouvi dizer que era assim...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Minha análise parcial sobre as eleições de 2018

Meu voto para deputado estadual é de Dirceu Franciscon