Postagens

Grécia abandona a utopia e retorna à direita

Imagem
No final de semana de 7 de julho, os eleitores da Grécia foram às urnas e elegeram - com uma maioria não vista há dez anos no parlamento - o novo governo. Os gregos colocaram de volta ao cargo de primeiro-ministro aquele que já havia ocupado a função quatro anos antes. O conservador Kyriakos Mitsotakis venceu muito bem as eleições formando a maioria no parlamento  que o deixa sem precisar fazer coligações para governar.
Mitsotakis era o primeiro-ministro em 2014 e 2015, quando a crise de crédito pegou a Grécia em cheio. Uma ampla reforma trabalhista, seguida por um rearrano previdenciário incendiaram a Grécia.

Incentivados por partidos de esquerda, os gregos tomaram as ruas em ondas de violência contra o que chamavam de "perda de direitos". O governo de Kyriakos caiu e nas eleições seguintes foi eleito Alexis Tsipras, um jovem esquerdista que prometia o fim dos anos de austeridade. 

Como parte da União Europeia e da Zona do Euro, a Grécia foi ajudada por Alemanha, França e Itál…

Para o bem de Canoas e Região, Trensurb deve ser privatizado logo

Imagem
Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, tem sua geografia marcada pelos trilhos do trem desde o final do século 19, quanto o transporte ferroviário partiu da capital dos gaúchos até o pujante Vale do Sinos, berço da colonização germânica no estado. Desde então, quando Canoas era apenas uma área rural adjacente a Porto Alegre, os trilhos fazem parte da cidade, agora uma esplendorosa cidade com quase 340 mil habitantes, uma refinaria de petróleo, uma base aérea e um comércio poderoso.

Na década de 1980 do século 20, depois de quase dez anos de inatividade, as linhas férreas voltar a funcionar em Canoas, fazendo parte de um sistema de trem metropolitano ligando Porto Alegre até a cidade de Sapucaia do Sul. Modernos trens japoneses elétricos faziam o trajeto. Quem controla tudo, desde então, é uma estatal federal, a Trensurb S.A..

Importante no momento em que foi instalada, no início dos anos 1980, hoje a Trensurb não tem mais razão de continuar nas mãos do estado. Há muitos anos e…

Sobre Canoas, petróleo, mudança da sede da prefeitura e PPP

Imagem
Canoas é uma das cidades mais importantes do Brasil. O município com quase 340 mil habitantes da Regiâo Metropolitana de Porto Alegre abriga em seu diminuto território uma base aérea com caças da Força Aérea Brasileira, um porto onde é engarrafado quase o total do gás de cozinha consumido pelos gaúchos e ainda uma refinaria de petróleo. A Refap é responsável pelo abastecimento de gasolina e óleo diesel para todo Rio Grande do Sul e boa parte do estado de Santa Catarina. 

Uma cidade importante. Muito importante. Pois o que trouxe importância para Canoas, desde os anos de 1960 do século passado foi também a âncora que deixou a cidade refém de uma possível "maldição do petróleo". Com os ingressos mensais de impostos gerados pelo refino de óleo cru, os governos municipais dos últimos cinquenta anos acostumaram-se com um presente no caixa da prefeitura a cada mês.

Tal fatia do bolo orçamentário fez com que Canoas deixasse de lado iniciativas de empreendedorismo independentes da mão…

Esqueça a ideia de Aeroporto das Hortênsias. De Porto Alegre a Gramado de trem

Imagem
No início de junho, o prefeito da gaúcha cidade de Gramado, Fedoca Bertolucci (PDT), disse em uma solenidade que o ideal para o turismo no seu município seria uma linha férrea para a conexão com Porto Alegre. Fedoca defendeu a ideia durante as comemorações do centenário do trem entre Gramado e Porto Alegre. Sim, a capital do chocolate já foi ligada à capital dos gaúchos por trens em 1919. A linha funcionou bem até o final da década de 1960, quando foi desativada. O trem entre Porto Alegre e Gramado foi fundamental para o desenvolvimento das regiões dos Vales do Sinos e do Paranhana, especialmente na primeira metade do século XX.

Gramado era uma pequena vila servida por trens puxados por locomotivas tipo maria-fumaça. Imagine a cena no inverno típico da serra gaúcha: no meio da névoa densa, o ruído do trem se aproximando no nada. De repente, surge a máquina de ferro trazendo as pessoas, as modas, os tecidos, as novidades. 

Corta para 2019. Uma discussão infindável que já dura mais de dez…

Humberto Martins sai de cena em verão 90

Imagem
O ator Humberto Martins, que interpreta o personagem Herculano na novela Verão 90, da Rede Globo no horário das 19h30, tem sua última cena nesta sexta-feira, dia 31. O ator, que já publicou que está com uma doença temporária, sem revelar qual, vai sair do elenco no capítulo de hoje. Seu personagem, um diretor de cinema e televisão com vários fracassos na vida profissional, financeira e amorosa, vai para Los Angeles, tentar a vida como roteirista. Teria sido incentivado pela astróloga e vidente Madá (vivida por Fabiana Karla) que viu Herculano em uma vitoriosa carreira como autor de um filme sobre o naufrágio do navio Titanic.

Humberto Martins, segundo fontes que acompanham os bastidores das gravações da novela, estaria insatisfeito com seu personagem. No entanto, a novela Verão Noventa, ambientada nos anos 1990 do século 20 tem tido bons resultados de audiência. 

A novela é ambientada na era pós-Fernando Collor, com todas as lembranças que que marcaram época. Facas ghinzu, a novidade do…

Canoas e a saúde: do limão à limonada

Imagem
Mesmo com muito dinheiro, com ingressos mensais do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), entre outras receitas que garantem um fabuloso orçamento de mais de R$ 2 bilhões anuais, Canoas se viu muito mal no final do ano de 2018. A Justiça havia acatado pedido do Ministério Público fazer uma limpa na área da saúde da cidade, mais especificamente no contrato de gestão entre o município e o Grupo Gamp, assinado ainda no final de 2016. O contrato havia sido assinado pelo prefeito Jairo Jorge, do PT, que não conseguira fazer sua sucessora. Um contrato com uma multa rescisória bilionária, que trazia em seu bojo o atendimento a pacientes de mais de 150 municípios gaúchos. Uma completa viagem administrativa, pensada pelo prefeito petista como um megalômano sonho de ser conhecido como um grande gestor em saúde.

A limpa pedida pelo Ministério Público gaúcho resultou em secretário municipal de saúde da gestão petista preso, secretários e diretores afastados e a intervenção em todos os serviço…

Três abordagens sobre Venezuela

Imagem
Nem só de petróleo vive a crise na Venezuela; militares já desconfiam de todo mundo até mesmo dentro dos quartéis; reconstrução da Venezuela poderá trazer oportunidades de negócios e crescimento para todos os países da região 


Os militares que apoiam Nicolás Maduro, o presidente da Venezuela, já não se sentem tão seguros dentro de seus próprios quarteis. Há um clima de desconfiança e traição no ar e relatos de que agentes cubanos e russos estariam por trás de um poderoso esquema de segurança para proteger Maduro e sua fiel cúpula militar. 

Estes agentes, segundo relatos dos serviços de inteligência dos Estados Unidos e da Colômbia, amplamente divulgados nos últimos três meses, estariam sendo guarda-costas e conselheiros militares do alto generalato venezuelano. No plano mais operacional, não apenas agentes cubanos estariam envolvidos na segurança de líderes militares venezuelanos, mas também agentes europeus contratos por agências de mercenários.

Um dos generais mais ligados ao chefe mai…